Quarta-feira
22 de Janeiro de 2020 - 
ADVOCACIA CÍVEL, TRABALHISTA, PREVIDENCIÁRIA,

Controle de Processos

Newsletter

Previsão do tempo

Hoje - Passo Fundo, RS

Máx
30ºC
Min
18ºC
Pancadas de Chuva

Quinta-feira - Passo Fun...

Máx
28ºC
Min
16ºC
Nublado

Sexta-feira - Passo Fund...

Máx
27ºC
Min
11ºC
Parcialmente Nublado

Endereço

Rua Morom , 2584 , 03
Boqueirão
CEP: 99010-035
Passo Fundo / RS
+55 (54) 3311-7872

Últimas notícias

Quinta turma do Projeto Pescar se apresenta às entidades apoiadoras da iniciativa

Na quarta-feira (11), os 16 jovens integrantes da quinta turma da Comunidade Jurídico-Trabalhista do Projeto Pescar participaram de uma cerimônia para se apresentarem às entidades apoiadoras do projeto, além de compartilharem atividades já desenvolvidas no primeiro mês do curso de Iniciação Profissional em Serviços Administrativos, com ênfase em serviços jurídicos. A diretora-geral da Escola Superior de Advocacia (ESA/RS), Rosângela Herzer dos Santos, falou sobre a importância da formação dos jovens. “Essa é uma preparação para o mundo do trabalho, mais do que isso englobamos ética, cidadania, educação e integração. Que essa turma que se inicia tenha um ano de muito estudo, aprendizado, e que o resultado de toda essa integração seja de extrema valia para formação de vocês. Sejam bem-vindos! Todos que estão aqui, voluntários, representantes das entidades apoiadoras, que fazem esse projeto possível, têm um sonho: construir um mundo melhor”, ressaltou Rosângela. O tesoureiro da Caixa de Assistência dos Advogados (CAA/RS), Gustavo Juchem, falou da satisfação por fazer parte do projeto: “É grande a nossa satisfação, pois esta iniciativa apresenta resultados. É uma oportunidade de transformar a vida de vocês, aproveitem ao máximo esse período”, afirmou Juchem. A conselheira estadual da OAB/RS, Regina Pereira Soares, falou sobre o valor do trabalho: “Este projeto auxilia a formação do inpíduo, não existe progresso sem educação. Nossa constituição assegura um dos valores essenciais da nossa nação que é o trabalho, a livre iniciativa. Que vocês possam trabalhar, ter uma formação completa, como cidadãos”, enfatizou Regina. A educadora social, responsável pela quinta turma do projeto, Valéria Neutzling, explicou o processo de seleção dos jovens: “Essa edição teve 1080 inscritos; desses, chamamos para entrevista 48 jovens; foram selecionados 22 para visitas às residências, e, por fim, chegamos aos 16 que estão aqui hoje. Em pouco tempo, já percebemos que a turma é empenhada e comprometida. Parabéns, pela escolha de estarem aqui, pela seriedade que encaram a vida de vocês, e por irem em busca de crescimento e trabalhar por ele”, falou Valéria. A presidente do TRT4, Vânia Cunha Mattos, falou sobre o esforço e a dedicação dos jovens: “Sem trabalho e estudo ninguém chega a lugar nenhum, nada é gratuito. O caminho é esse, para se transformarem em cidadãos úteis, como temos visto de alunos egressos do Projeto Pescar”, enfatizou a presidente do TRT4. Jovens aprendem com as experiências Na segunda parte do evento, os jovens se apresentaram falando seus nomes, hobbies e interesses. Através de fotos, falaram um pouco sobre as atividades já desenvolvidas neste primeiro mês de projeto e o que aprenderam com as experiências. Ao final, eles apresentaram uma peça teatral, abordando as novas composições de família e o preconceito. A jovem, Emilly Cristina Teixeira Alves, de 16 anos, falou sobre o que planeja para o futuro e o que já mudou neste início de formação: “Eu já aprendi muita coisa neste primeiro mês, mudei meu jeito de ser, era muito introvertida, agora penso mais no futuro, quero alcançar meus objetivos, me formar e estudar para fazer faculdade de Administração”, planeja Emilly. Presenças Também estiveram presentes o vice procurador-chefe do MPT, Gilson Luiz Laydner de Azevedo; a educadora social da Fundação Projeto Pescar, Claudia Wentz; a representante da empresa Zensul Veículos, Crisélen Santos Vieira; e o representante da empresa Sudeste Transportes Coletivos, Israel Rios. Saiba mais sobre o Projeto Pescar Com 43 anos de atuação, a Fundação Projeto Pescar trabalha para proporcionar qualificação profissional e desenvolvimento pessoal a jovens de 16 a 19 anos em situação de vulnerabilidade social, contribuindo para sua inclusão no mercado de trabalho. A parceria que o Pescar mantém com empresas e organizações, como a OAB/RS, TRT4, o Ministério Público do Trabalho, a CAARS e a ESA já proporcionou a formação de mais de 30 mil jovens e o atendimento anual de cerca de 2 mil adolescentes em todo o Brasil. O projeto pedagógico das aulas está baseado na participação de voluntários, visando ao desenvolvimento de competências pessoais e habilidades profissionais.  
12/12/2019 (00:00)
© 2020 Todos os direitos reservados - Certificado e desenvolvido pelo PROMAD - Programa Nacional de Modernização da Advocacia
Visitas no site:  29972